quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Dicas para mudar de casa sem dores de cabeça

Mudar de casa é um drama. Primeiro é preciso encontrar o lugar perfeito, depois correr para entregar todos os documentos e comprovantes, assinar o contrato para finalmente, marcar a data da mudança.

É aí que começa uma verdadeira maratona para encaixotar objetos, nomear as caixas, desmontar móveis. Só de pensar na bagunça, já bate um desânimo e aquela vontade de desistir. Mas o segredo é manter a calma mesmo com caixas espalhada por todos os lados. Há dicas para evitar dores de cabeça e tornar a mudança mais tranquila.



Por onde começar?

Antes de começar a desmontar a casa toda, tenha em mente que planejamento e organização são as principais dicas para ajudar na mudança. Não deixe tudo para a última hora.

Com um mês de antecedência, comece a fazer orçamentos e contrate carreto ou transportadora. Comece a arranjar material para embalar seus pertences: caixas de papelão, jornais, plástico-bolha e fita adesiva larga.

Prefira as caixas médias e pequenas. Apesar de terem espaço para mais coisas, as caixas grandes acabam ficando pesadas e difíceis de carregar. Primeiro, empacote objetos que você não usa tanto. CDs, DVDs, roupas de cama e louças podem entrar nessa leva.


Seja prática

Em vez de tirar as roupas das gavetas, guardá-las em caixas e depois ter que colocar tudo de novo no lugar, seja prática: coloque as gavetas dentro de sacos plásticos grandes e feche com fita. Você também pode utilizar as malas de viagem, para transportar peças de roupas.

Não tire as roupas dos cabides. Coloque-as estendidas dentro de uma caixa ou mala. Depois, é só pendurá-las no lugar certo. Para transportar as bolsas, uma solução é colocar as menores dentro das maiores, assim elas ocupam menos espaço. Use travesseiros e cobertores para proteger louças e objetos frágeis. Eles podem forrar as caixas, amortecer possíveis impactos e protegendo os outros objetos.

Aproveite para fazer uma faxina. Separe roupas e objetos sem uso e encaminhe para doação. A dica também vale para móveis e eletrodomésticos que você não pretende levar para a nova casa.

Não se esqueça de avisar ao banco, lojas e outros serviços dos quais é cliente sobre a mudança de endereço. Atualize seu cadastro para evitar que as correspondências sejam encaminhadas para o antigo endereço e se percam.

Uma semana antes da mudança, solicite o desligamento de serviços essenciais (telefone, energia elétrica, TV a cabo) na data marcada para a mudança e a transferência para o novo endereço.

Comece a esvaziar a geladeira e mantenha apenas alimentos para consumo nos próximos dias. Coloque seus pertences em caixas e desmonte os armários, camas e demais móveis. Reserve um cômodo para colocar as caixas já fechadas.

Na véspera, embale o que restou na geladeira e limpe-a bem. Uma sugestão para guardar itens essenciais como escova de dentes, produtos de higiene pessoal, roupas para trabalhar ou estudar e pertences de valor, é pedir que cada membro da família guarde-os em uma mala ou mochila.


O dia da mudança

No dia da mudança, acorde cedo. Passe todas as instruções necessárias para a equipe contratada ou divida as tarefas entre a família. No caso de quem mora sozinho, vale pedir a ajuda dos amigos para carregar o caminhão.

Deixe as caixas frágeis por último. Colocá-las por baixo de outras com objetos pesados pode ter um resultado desastroso. Depois de esvaziar toda a casa, verifique cada cômodo para ter certeza de que não está deixando nada para trás.

Com todas as suas coisas bem organizadas no momento da mudança, você e sua família poderão colocar tudo no lugar mais rápido e aproveitar logo o novo cantinho.



fonte: http://www.dicasdemulher.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário